07 março 2017

Vamos esclarecer o Feminismo



Amanhã é o dia internacional da mulher, e em respeito a todas as mulheres, pró e anti feminismo, pois "em pleno século 21", ainda precisamos ter noção do que é o feminismo. Eu vejo direto nas minhas redes sociais, pessoas compartilhando fotos misóginas, com argumentos sem cabimento sobre algumas opiniões do feminismo, isso me fez pensar o quão pouco as pessoas sabem sobre o verdadeiro significado do feminismo , ate mesmo meninas, as vezes elas acham que estão militando, quando na verdade estão sendo misóginas com elas mesmas.

Primeiro, vamos deixar claro que não existe um tipo certo de feminismo e muito menos um guia de "como militar".

Segundo, o feminismo não é ódio aos homens.

Terceiro, o feminismo não é um plano para mulheres dominarem o mundo.

Então o que é o feminismo?
O feminismo é simplesmente algo que deveria ser primitivo, igualdade entre homens e mulheres, é um movimento que prega que não haja diferença nenhuma entre homens, mulheres (incluo as trans, as travestis e qualquer pessoa que se considere uma mulher), prega que:

•mulheres e homens recebam a mesma quantia pelo mesmo cargo, 
•que tanto homens quanto mulheres dominem economias na mesma proporção, 
•que numa entrevista de emprego, o gênero não seja fator determinante de uma vaga.
•mulheres possam tanto quanto homens, andar num dia de calor, sem camisa na rua, 
•mulheres grávidas possam amamentar seus filhos em lugares públicos, sem serem julgadas promiscuas, 
•mulheres não sejam objetificadas nem sexualizadas em propagandas, numa roda de amigos, nem em lugar nenhum.
•mulheres possam ser mães solteiras, sem serem julgadas por isso...
•mulheres possam ir a festas, ficar com quantas pessoas desejarem e ainda serem respeitadas,
•mulheres possam dizer não, quando elas não desejarem algo e que o homem respeite sua opinião, sem que a xingue  ou a agrida.
•queremos ter a liberdade que os homens já possuem, de fazer, agir, se portar, se apresentar, como bem entendermos, sem ninguém para nos julgar
•mostrar cada vez mais para as mulheres que devemos nos amar da maneira que somos e não precisamos aderir a padrões, nem a opiniões, se não for da nossa vontade e escolha.

Queremos coisas simples e básicas, mas o que eu vejo, sao meninas e homens dizendo que somos pró morte, apenas por apoiar a legalização do aborto, que queremos a morte dos homens, que adoramos pelos e abominamos a existência da lâmina e da cera. (ZzZZ)

A questão do aborto...
 
Vamos esclarecer uma coisa, não somos anti - bebês, outra coisa e que fique bem claro essa, NÃO É PORQUE APOIAMOS O ABORTO, QUE ABORTARÍAMOS.
Agora que esclarecemos isso, vou explicar, abortos clandestinos matam milhares de meninas todos os anos, mulheres são estupradas e julgadas por isso com argumentos de "não se deu o respeito", "ela estava pedindo", "mas o que você fez, pra ele fazer isso com você?", " bebeu demais", "estava usando roupa curta e colada", "deu corda"...
Agora vamos supor um caso, se ela engravidar num desses estupros e decidir criar a criança, ainda será julgada  "mas o que você fez pro pai não querer criar?", "vagabunda, deve ter traído o marido", "vagabunda, deve ter dado pra tantos, que não deve saber nem quem é o pai"...  E por ai a injustiça se segue... Porque nunca a culpa é do homem, é sempre da mulher.
Agora se a mulher decide abortar, ela primeiramente é julgada (mais uma vez), "você vai matar um inocente", "você vai matar um indefeso", " porque você não cria a criança? Eu conheço uma mulher que foi estuprada, engravidou e cuida da criança, essa mulher não tem problema mental nenhum ", "isso de trauma é frescura", depois dos julgamentos ela vai em busca de uma clínica, ops... O medico não é medico, é açougueiro e tem que ser tarde da noite num galpão qualquer porque a polícia não pode descobrir, ou o "doutor" vai preso.
Mesmo assim ela insiste, essa mulher vai estar traumatizada, abalada psicologicamente, sem apoio e se achando culpada por coisas das quais ela nem imagina que não tem culpa nenhuma, ela morre e nem pra estatística ela entra. Essa mulher poderia nem ter sido estuprada, ela poderia estar correndo risco de vida, poderia  não ter condições, seus métodos contraceptivos poderiam ter falhado, poderia não querer, e mesmo em todos esses casos seria julgada e não poderia abortar, o aborto não é uma questão de "não quer, tira", "se engravidar, tira", ninguém quer sair criando "a moda do aborto", é apenas uma questão de "você não quer? Você não pode? Tudo bem! Você vai ser amparada. 

A legalização do aborto traria diversos benefícios, porque não apenas mulheres com grande condição financeira, poderiam abortar, porque pasmem vocês anti-aborto, elas já abortam sendo legalizado ou não, mas mulheres com baixa condição também poderiam ser atendidas, sem risco de vida, 
A legalização do aborto traria todo um amparo junto com ele, tal como acompanhamento psicológico, pois as vezes a mulher quer fazer um aborto, pois não quer ter filhos, ou porque acha que não é o momento, e o psicólogo vai estar ali para não apenas para auxiliar o psicológico para o procedimento todo, mas também para ajudar a mulher esclarecer para si mesma, se é isso mesmo que ela quer fazer.
Há muitos casos em países onde o aborto foi legalizado, de mulheres que desistiram de abortar por conta da legalização, o amparo que tiveram, as fizeram enxergar que aquela situação poderia ser resolvida de outras maneiras (o que claro, não é geral), houveram diminuições das mortes causadas por abortos clandestinos e diminuição inclusive dos abortos.

Falando em bebês, eu queria muito entender esse pessoal contra a amamentação em público, e não me venham com o discurso de "as mulheres ficam com o peito de fora" "minha mulher não vai amamentar em público" "coloca uma frauda cobrindo o peito e a criança" gente, vocês deveriam ter mais noção e pensar um pouco no que falam, pois querendo ou não, todos nós já tivemos ali naquela situação,(porque todos nós já fomos bebês e já fomos amamentados) a amamentação é essencial pra uma criança em formação, vocês precisam entender que não existem lugares apropriados para amamentar em todo lugar e se a mãe tiver que amamentar seu filho dentro do ônibus, no meio de uma pracinha, dentro da praça de alimentação ou onde quer que seja, ela vai amamentar sim, porque ela não vai deixar o bebe dela com fome, vocês defensores do argumento "é só por uma frauda pra cobrir", tenta ficar 40 minutos, no mormaço, ou mesmo num sol quente, tomando leite morno, com uma frauda em cima da cabeça e depois você me diz como foi, gente, pelo amor de Deus, A FRAUDA SUFOCA E ABAFA, é um sofrimento pra mãe, que vai começar a suar junto com a criança, e um sofrimento maior ainda pra criança, e se você "homem defensor dos bons costumes" acha mesmo tão ruim  que uma mulher fique com "os seios amostra", porque vocês não vão protestar em praias, ou porque vocês não reclamam com toda mulher que passa com roupa curta ou com os peitos quase pulando pra fora no meio da rua? Isso mesmo meu amigo, porque seu problema não é mostrar os peitos, o seu problema é que uma criança sendo amamentada não te da prazer visual nenhum, e se não te convém, não pode ser conveniente pra mais ninguém, nem pra uma criança. E Mulheres que são contra, vocês do fundo do meu coração me envergonham.

Agora vamos tratar de outro assunto, DEPILAÇÃO. Anti feministas tem Sempre aquele argumento (desculpem me o vocabulário, mas) CÚ, pra tentarem ofender, "vai se depilar" "feministas são mulheres mal amadas, peludas e sozinhas", gente por favor... Vamos parar né, e esclarecer mais algumas coisas, o feminismo gira em torno da defesa da liberdade da mulher também, despadronização de beleza e conceitos, nós não pregamos que mulheres não se depilem, nós pregamos que mulheres possam escolher se querem ou não se depilar, muita coisa pode ser esclarecida apenas com esse argumento, direito de escolha "querer ou não fazer e que seja respeitada em ambas as escolhas", porque querendo ou não, a depilação foi imposta por padrões de beleza, foi algo imposto, e se você homem e até mesmo mulher que defendem esse argumento, que pelos são coisas "nojentas para mulheres" seu discurso é machista e hipócrita, pois vocês homens usam barba e eu duvido muito que todos vocês que usam esse discurso, depilem as axilas e pernas de vocês, então sim, você é hipócrita, migo, porque a mesma coisa que nasce debaixo do seu braço e nas suas pernas, também nasce nas mulheres e se realmente fosse tão nojento pra você, você tiraria. Pras mulheres que usam esse argumento, miga, você dissemina machismo, e se você acha nojento, para de pegar homens com pelo nas pernas, debaixo dos braço, porque né... ¯\_(ツ)_/¯

Eu poderia escrever e esclarecer os mais diversos paradigmas e falsas ideias sobre o feminismo, mas essa publicação ficaria muito longa, então vou terminar essa publicação por aqui e deixar os próximos assuntos para as próximas publicações...