18 abril 2017

Os 13 Porquês - O Livro X A Série - Parte 2


Bem vindos a parte 2 da postagem mais vista do mês, se você não leu, não tem problema, basta clicar aqui parece que vocês ficaram bem curiosos quanto as diferenças entre o livro e a série, e se vocês já ficaram chocados com as mudanças da primeira parte, preparem a pipoca e o psicológico de vocês, porque aqui na segunda parte, que é quando as coisas ficam mais pesadas, que as mudanças são maiores, posso adiantar logo que algumas coisas eles deixaram mais pesadas, o que achei desnecessário, mas... chega de enrolação e vamos lá para a primeira fita da parte 2, Bem vindos a fita de Ryan Shaver...



FITA 4 LADO B


  • Hannah descobre o grupo de poesia numa de suas idas ao Rosie's para estudar, onde havia uma filipeta com duas mulheres felizes e o anuncio "Poesia: para amar a vida"e não numa feira na escola.
Houve algo que achei muito interessante nessa adaptação foi na cena onde Hannah fala com a representante de uma das faculdades sobre os requisitos para entrar nela, não fica claro a decepção dela por não cumprir os requisitos, mas é algo que todo mundo que está prestes a terminar o ensino médio passa, uma sensação de invalidez, a sensação que não vamos conseguir passar para aquela faculdade que é super disputada, A classificação do aluno ideal como aquele com médias exacerbadamente altas, fazendo com que vejamos nossos amigos ou mesmo colegas de sala como concorrentes e não pessoas que estão passando pelo mesmo que nós, criando um ambiente totalmente  tóxico e competitivo.
  • Nesse grupo só falavam sobre a morte, sobre a maldade dos homens, sobre as destruição da ... "orbe esverdeada, azulada de mechas brancas"
Essa era outra coisa que eu achava que não deveriam ter alterado, pensem comigo, Hannah buscava um meio de encontrar razões par viver e fugir do caos de sua vida, ao encontrar uma filipeta prometendo dar razões para amar a própria vida, se decepcionou mais uma vez, encontrado pessoas infelizes e falando sobre morte. Para algu'm que não vê razões mais para viver e busca constantemente por ajuda e algo que a faça mudar de opinião, um grupo desse tipo com tanto rancor, prova para ela mesma, que não existe razão alguma para se amar ou amar a vida

  • A verdadeira poesia não tem nada a ver com lingerie preta rendada, com pele e nem nada disso, tem haver com aceitação, ela põe a culpa em sua mãe, mas sabe que a aceitação que ela precisa, é a dela mesma e sobre um menino do qual ela quer atenção, mas não a nota e eis a poesia.              “Cruzo com seu olhar
    você nem me enxerga
    Você mal responde
    quando eu sussurro
    alô
    Podia ser minha alma gêmea
    dois seres de afinidade espiritual
    Talvez não sejamos nada disso
    Acho que nunca
    saberemos
    Minha própria mãe 
    você me carregou dentro de si
    Agora você nada vê
    além do que estou vestindo
    As pessoas lhe perguntam
    como eu vou
    Você sorri e acena com a cabeça
    não deixe isto parar
    por aí
    Me coloque 
    embaixo do céu de deus e
    me conheça
    não enxergue apenas com seus olhos
    Tire
    essa máscara de carne e osso e
    me enxergue
    em minha alma Sozinha”    

Outra das coisas que acho que não deveriam ter sido alteradas, foi a poesia real da Hannah, que fala sobre a relação dela com a mãe. Os pais de Hannah estavam tentando resolver os problemas com as vendas por conta do shopping que abriu e estava fazendo muita concorrência, atrapalhando as vendas e trazendo problemas financeiros, por isso eles mal conversavam com Hannah, porque tentavam arrumar uma solução. Tem o lance do Clay também que ela queria que ele visse quem ela era de verdade e não a pessoa que criaram dela.

  • Como já disse antes, o Tony só aparece em 2 cenas e não foi nessa, então nem ele e nem o Clay escalam. O Clay também escuta as fitas em um dia e não faria sentido ele parar pra escalar no meio delas. essa cena foi só pra encher sardinha na série mesmo
  • O Clay também não fala nada sobre a poesia, na série ele foi bem cruel com relação a isso. 
Não preciso nem dizer que essa cena foi extremamente desnecessária, ferrando com o maior crush já criado.

  • Os pais da Hannah não tem acesso a essa poesia


FITA 5 LADO A


  • EEEESSSSSAAAAA É A FITA DO CLAY
Quero expressar mais uma vez minha revolta com relação a mudança de ordem das fitas na série, DESNECESSÁRIO MEXER NA ORDEM DOS ACONTECIMENTOS. 



  • Aqui o Tony aparece pela primeira vez, ele estava no Rosie's observando o Clay e espera do lado de fora, até o Clay chegar na fita dele, pede pra ele entrar no carro e SOMENTE AI, revela que está com o segundo jogo de fitas, ele explica que Hannah apareceu na sua casa umas semanas antes de cometer suicídio para dar sua bicicleta para ele, dizendo que ele talvez precisasse mais dela do que ela, Tony então respondeu que não poderia ficar e perguntou o que poderia fazer para retribuir, então Hannah pediu as lagrimas, algo para gravar a voz e ele emprestou seu gravador de fitas, no dia que Hannah morreu, quando Tony chegou da escola, deu de cara com o pacote de fitas, escutou o inicio e não entendia, porque Hannah havia ido a escola naquele dia e nada daquilo fazia sentido para ele, então começou a passar as fitas rapidamente procurando seu nome, mas ao não encontrá-lo, descobriu que ele estava com o segundo jogo de fitas e ao entender toda a situação, antes mesmo de terminar as fitas, ligou desesperado para a casa de Hannah, mas ninguém atendia, então ligou para a loja dos pais de Hannah dizendo que havia alguma coisa errada e que precisavam ir pra casa encontra-la. No outro dia ela não foi a escola e depois vieram os boatos e confirmação do suicídio.
a versão do Tony no livro é muito melhor, pelo menos nele, ele não é um embuste.

  • o Clay não escuta a fita dele a beira de um precipício, ele escuta a caminho da casa onde ocorre a festa onde tudo acontece.
ALGUÉM ME EXPLICA PORQUE DIABOS, ALGUÉM LEVARIA UMA PESSOA PRA BEIRA DE UM PRECIPÍCIO PRA OUVIR UMA FITA ONDE A PESSOA QUE VOCÊ AMA, QUE TA MORTA, TE DIZ QUE SE MATOU BASICAMENTE PORQUE VOCÊ NÃO A IMPEDIU????? PORQUEE? ISSO NÃO FAZ SENTIDO N E N H U M.

  • Hannah descobre por outras pessoas que Clay estará na festa e não por ele, porque eles não se falavam.
  • Inclusive, a Hannah só vai a festa por conta do Clay, ela vivia escutando coisas boas sobre ele, e passou a notar que nunca havia algo de ruim sobre ele, e Hannah ficou curiosa para saber mais dele e quando soube que ele iria a festa, foi apenas para conversar e conhecer melhor ele. 
LEMBRAM QUE EU FALEI QUE ELES NÃO SE FALAVAM E NEM SE CONHECIAM? É POR CONTA DESSA INFORMAÇÃO QUE DEVERIAM TER VALORIZADO A HISTÓRIA DO LIVRO.

"Escutar os outros falar sobre Clay virou uma distração parecida. E, como disse, eu não o conhecia muito bem, mas minhas orelhas ficavam em pé sempre que eu ouvia o nome dele. Acho que eu queria ouvir alguma coisa––qualquer coisa–– picante. Não porque quisesse espalhar alguma fofoca. Eu simplesmente não conseguia acreditar que alguém pudesse ser tão gente fina assim."

  • O Clay chga na festa com ela já tendo começado e com gente já estando bebada.
Eu achei que deixaram ele parecendo um idiota, chegando mais cedo na festa, como se ele estivesse ansioso e nunca tivesse ido a uma festa antes

  • Ele não foge da Hannah e nem precisa de incentivo para ir falar com ela, ele simplesmente a vê chegando na festa e sai igual um louco para falar com ela.
Percebemos aqui um Clay que você não vê na série, um Clay com atitude e determinação <3

  • Clay chama ela para tomar algo, mas Hannah adianta que ele nao tinha má intenções, pois a primeira coisa que fizeram ao sentar para conversar, foi por as bebidas de lado.
"para todas as pessoas, você era apenas um elemento da festa. Só que,diferente de para todas as outras pessoas,você era o único motivo de eu ter ido lá. Com tudo que estava passando na minha vida ––e na minha cabeça––, eu queria conversar com você. Conversar pra valer. Apenas uma vez. Uma chance que a gente nunca parecia ter na escola. Nem no trabalho.Uma chance de perguntar: quem é você?"

"Parecia que você podia me conhecer. Parecia que você conseguia entender tudo que eu contava. E,quanto mais falávamos,mais eu sabia porquê. As mesmas coisas nos empolgavam. As mesmas coisas nos interessavam." 

"Clay, você ficava falando que sabia que as coisas rolariam facilmente entre nós. Você sentia isso há muito tempo,você disse. Você sentia que a gente ia se dar muito bem.Que a gente tinha uma conexão. Mas como?Você jamais explicou isso. Como você poderia saber?Por que eu sabia o que as pessoas diziam a meu respeito. Eu ouvia todos os boatos e mentiras que sempre farão parte de mim." 

  • Hannah e Clay decidem subir para ir para um quarto vazio para se livrarem de Jessica e Justin que se agarravam loucamente e porque qualquer lugar que eles estivessem, tinham que ficar gritando pelas pessoas, para se escutarem.
  • Hannah beijou Clay porque sentiu que ele era o que ela precisava, porque ela ria sempre que estava com ele, porque ele entendia ela, porque ele permitia que ela fosse quem ela realmente era.
  • E Não rola nada além de beijo entre o Clay e ela
sinto muito....se conforta vocês, eu gostei da adaptação também...

"Agora, se acomodem de modo bem confortável, porque vou contar o que aconteceu naquele quarto entre mime Clay. Estão prontos? Nós nos beijamos. É isso. Nós nos beijamos, Foi maravilhoso, nós dois deitamos ali naquela cama. Uma das mãos dele apoiada no meu quadril.Seu outro braço aninhando minha cabeça como um travesseiro.Meus dois braços o abraçavam,tentando puxa-lo para mais perto.E,por mim,eu queria mais"

Bom.. o resto vocês já sabem...


  • A participação do Tony acaba aqui

FITA 5 LADO B

Essa fita é do Justin, de novo...

Tirando as cenas pós a morte de Hannah, dos pais, processos, armações contra o Clay, e tudo aquilo que inventaram pra encher linguiça na série, a parte do Justin comparando com o livro é a mais fiel ao livro.

  • Como eu já disse, Hannah não corta o cabelo aqui, ela corta depois do episódio do Marcos, e seus pais não notam o corte.
  • Hannha não menciona em nenhum momento quem era o casal que entrou no quarto, mas tanto na série, quanto no livro, eram Justin e Jessica.
  • Justin tenta algo com Jessica, porém como percebe que ela está tão bêbada que não conseguiria fazer nada, deixa ela deitada e coberta, desiste e sai do quarto.
  • JUSTIN E JESSICA NÃO ERAM NAMORADOS, ELES MAL SE CONHECIAM!!!
"Eu sei que ela não era sua namorada, que você mal conversava com ela e, inclusive, mal a conhecia, mas será essa sua melhor desculpa para o que aconteceu a seguir? Ou será sua única desculpa?"

  • Justin não chega a sair da porta do quarto, o que acontece, é que Bryce diz que precisa de um tempo com ela, que não vai demorar, Justin até chega a pedir para ele deixar ela descansar, mas não exita ao deixar Bryce entrar no quarto, Bryce até chega a esperar alguns instantes para ver se Justin não vai fazer nada e realmente ele não faz.
"A porta do quarto se abriu novamente. Mas, de novo, você a puxou, fechando-a. E tentou fazer piada da situação. 
'Confia em mim, você riu. ―Ela não vai se mexer. Só vai ficar ai parada.' 
E qual foi à resposta dele? Qual foi? Qual foi o argumento que ele deu a você deixá-lo entrar naquele quarto? Você se lembra? Porque eu me lembro. Era o turno da noite. Ela falou para você que estava trabalhando no turno da noite e tinha de ir embora em poucos minutos. Alguns minutos, era só o que ele precisava com ela. Por isso, relaxa, vai e sai da frente. E isso foi tudo o que ele precisou fazer para você deixá -lo abrir a porta. Meu Deus. Que coisa patética. Eu não consegui acreditar. E Seu amigo também não conseguiu acredita, porque, quando ele pegou a maçaneta de novo, não entrou correndo. Ficou esperando você protestar..."

  • Hannah não menciona e nem põe o nome do Bryce nas fitas, pois as fitas acabariam ali caso ela o fizesse e ele sairia da cidade assim que soubesse que mais alguém além de Justin sabia o que ele havia feito.
  • Jessica não fica sabendo que foi estuprada.

FITA 6 LADO A

ESSA é a fita da Jenny Kurtz/Sheri


  • Jenny pergunta se Hannah quer uma carona e a ajuda a entrar no carro, não tem aquela indagação toda de "você está bêbada?"
  • Ela não fala nenhuma palavra e não faz nenhuma pergunta a Hannah
Ao contrário da série, que ela não cala a boca um instante sequer.

"Jenny, você não disse uma palavra sequer. Não me fez nenhuma pergunta. E eu me sentia tão grata. Talvez tenham acontecido coisas com você, ou talvez você tenha visto coisas rolarem nas festas que simplesmente não podiam ser comentadas. Não imediatamente, pelo menos."

  • Jenny depois de bater volta pro carro e diz "que saco" e tenta voltar a dirigir, mas hannah a impede, dizendo que ela não poderia dirigir daquele jeito,, pediu para Jenny estacionar e disse que ambas podiam pegar carona com outra pessoa, Jenny então ordena que Hannah saia do carro e ela sai, incrédula, mas deixa a porta aberta sem acreditar naquilo tudo. Antes que ela parta, Hannah pede o celular de Jenny emprestado para comunicar a alguém, mas ela não empresta com a desculpa de que poderiam rastrear a ligação, Então Jenny acelera o carro para que a porta feche e vai embora.

FITA 6 LADO B


  • Não existe essa cena dela ter que pagar conta e perder o dinheiro,ela também não vai procurar o Clay, ela na verdade não fala nada com o Clay até o ultimo dia que ela vai para a escola.
Apesar de criada, eu acho ambas as cenas bem interessantes, a parte dela sentir que é inutil e irresponsável ao perder o dinheiro dos pais, em algo que era importante e ao se sentir descartada e culpada com a reação do Clay.

  • Jenny/Sheri nunca confessa o crime.
  • Hannah nessa parte do livro já tem certeza do que vai fazer, diz que pensou em várias maneiras de fazê-lo e decide TOMAR COMPRIMIDOS. não sabe quantos, porém já está decidida.
"Por isso, decidi optar pela maneira menos dolorosa possível. Comprimidos, Que tipo de comprimido? Quantos? Não sei ao certo. E não tenho muito tempo para descobrir, porque amanha... eu vou fazer isso."

Vocês que leram a parte 1 vão lembrar do que eu disse, quando mencionei que achava que fazia sentido eles terem mudado a loja dos pais de Hannah, e é por causa disso, quando comecei a assistir a série, eu achava que haviam colocado uma farmácia, porque dessa forma, Hannah poderia pegar quantos e quais comprimidos quisesse, incluindo tarjas pretas, no livro como os pais dela possuem uma sapataria, ela provavelmente tomou o que tinha em casa mesmo, porém na série, eles mudaram a forma do suicídio da Hannah, mais uma coisa pra lista de coisas desnecessárias...

  • Hannah não decide andar para conhecer cada rua antes de morrer, ela estava tomando de conta do cachorro de um amigo da família, e decide tomar um ar e apenas passar em frente a festa que estava acontecendo na casa de Courtney, e ajudar alguém que tivesse tendo dificuldades para voltar pra casa, talvez.
  • Quando Hannah chegou lá, a festa já havia acabado e SÓ e somente só, haviam Courtney e Bryce lá, que a chamaram para se juntar a eles num ofurô de madeira vermelha.
Vou deixar o trecho do livro que explica o que realmente houve...

"E Bryce escorregou para o meu lado... devagarinho... sobre o banco de baixo d‘água. E seu ombro ficou encostado no meu. Courtney abriu os olhos, olhou para nós e os fechou novamente. Todo mundo sabe quem você é, Bryce. Todo mundo o que você faz. Mas deixo registrado aqui que não fiz nada para impedir. ...Em vez disso, a ponta dos seus dedos tocou a parte externa a minha coxa.Cerrei os maxilares e seus dedos se afastaram. E, igualmente depressa, seus dedos voltaram. Sua mão inteira voltou. E, como eu não impedi, você deslizou a mão por cima da minha barriga. Seu polegar tocou a parte debaixo do meu sutiã e seu dedo mínimo tocou a parte de cima da minha calcinha. Virei minha cabeça para o outro lado, para longe de você. E sei que eu não sorri. Você juntou os dedos e esfregou devagarinho, fazendo círculos completos em volta do meu estômago. ―Que gostoso‖, você falou. Senti um movimento na água e abri os olhos por um breve instante. A Courtney tinha saído. Seus dedos abriam caminho por baixo do meu sutiã. Mas você não me agarrou. Estava testando os limites, eu acho. Passando o polegar embaixo dos meus seios....Bryce, você deve ter visto eu cerrar os maxilares.Você deve ter visto minhas lagrimas. Será que esse tipo de merda te dá tesão?

 E, então, sem mais nem menos, eu me abandonei. Meus ombros amoleceram. Minhas pernas caíram para o lado. Eu sabia exatamente o que estava fazendo. Nenhuma vez eu cedera à reputação que vocês tinham criado para mim. Nenhuma vez. Embora, algumas vezes,fosse difícil.Embora, algumas vezes, eu tenha me sentido atraída por alguém que só queria ficar comigo por causa das coisas que ouvira. Mas eu sempre disse não a essas pessoas. Sempre! Até chegar o Bryce. Portanto, meus parabéns, Bryce. Você é o cara. Eu deixei minha reputação me pegar––deixei minha reputação se transformar em mim––junto com você.Como se sente? Espera,não responda. Deixa primeiro eu dizer o seguinte:eu não me senti atraída por você, Bryce.Nunca.Na verdade,você me dava nojo. Você estava me tocando...mas eu estava te usando. Eu precisava de você para me abandonar completamente. Para todos que estão escutando, vou ser clara. Eu não disse não, nem empurrei a mão dele para longe. Tudo o que fiz foi virar a cabeça, cerrar os dentes e lutar para conter as lagrimas. E ele viu isso. Até falou para eu relaxar. ―Relaxa, vai‖,você disse.‖tudo vai ficar bem.‖ Como se deixar ele passar a mão em mim fosse curar todos os meus problemas. Mas, no fim das contas, em nenhum momento eu disse para você se afastar... e você não se afastou. Você parou de esfregar a mão na minha barriga.Em vez disso, começou a passar a mão suavemente sobre a minha cintura.Seu dedo mínimo abriu caminho até a parte de baixo da minha calçinha e ficou rodando, para frente e para trás, no quadril todo. Outro dedo escorregou para dentro da calçinha, empurrando o dedinho mínimo mais para baixo, passando-o entre os meus pelos. E isso era tudo de que você precisava, Bryce. Você começou a beijar meu ombro, meu pescoço, deslizando os dedos para dentro e para fora. E você foi em frente. Não parou por aí. Sinto muito. Isso aqui está ficando explícito demais para alguns de vocês? Que pena. Quando você se satisfez, Bryce, eu sai da banheira quente e fui andando até duas casas ao lado. A noite tinha terminado. Eu tinha terminado."
  • Não há um estupro, mas há um abuso
Aqui eu achei desnecessário deixarem a série mais pesada, um abuso já é pesado o suficiente, mas um estupro? Achei exagerado demais, já havia um estupro na série, pra que colocar outro? A intenção da série e do livro, é alertar sobre as ações de "uma pessoa" sobre outra, Achei a adaptação apelativa demais e fui totalmente contra.
  • Bryce nunca confessa o estupro a Hannah, mas também não confessa o que fez, até porque Clay (e nem ninguém) não vai atrás de respostas.
  • Hannah precisava de mais uma razão para se abandonar e conseguiu. 

FITA 7 LADO A



A cena com o sr Porter é igual ao livro, Essa é outra fita que tem pouca coisa diferente, porém as coisas que tem são adaptações grandes e importantes

  • Hannah como eu já contei pra vocês, ingere comprimidos, deita na cama enquanto a banheira enche e dorme. (e morre dormindo) 
A banheira foi só para chamar a atenção dos seus pais quando chegassem em casa e pudessem a encontrar logo.

  • O clay não grava a fita 7 lado B, nela Hannah deixou gravado "obrigada"
  • Clay não entrega as fitas para o sr Porter
  • Alex não comete suicídio
  • Clay termina as fitas e encaminha elas para Jenny/Sheri.
  • Clay encontra com Skye no corredor da escola e ele relembra de Hannah, que nunca teve coragem de falar com Hannah, assim como nunca teve de falar com Skye...
"O som dos passos de Skye vai aumentando agora. E, quanto mais perto chego dela, quanto mais depressa eu ando, mais leve eu me sinto. Minha garganta começa a relaxar. A centímetros atrás dela, eu a chamo. —Skye..."

eis que o livro termina...


  • Os pais de Hannah não tem acesso as fitas.

--------------------------------13--------------------------------

Sim, o livro termina assim...
 Eu acho o final dele meio bosta, mas acho que de qualquer forma, não deveria ter uma continuação, talvez uns 3 capítulos/episódios adicionais para mostrar o que acontece depois do Sr Porter ouvir as fitas. A Netflix pelo que parece, vai fazer uma segunda temporada, não sei o que esperar.

Eu gostei muito do livro e da série, mesmo ambos sendo muito diferentes, acho que conseguiu abordar bem o tema, sem romantizar a situação, sem fazer com que fosse aceitável, o livro mostra a história de Hannah e a série dá voz aos personagens e faz com que outros lutem para saber o que realmente aconteceu e faça com que as pessoas responsáveis por Hannah ter tomado aquela decisão, paguem por isso. 

Eu espero mais uma vez que vocês tenham gostado das duas postagens, eu tentei ao máximo listar todas as diferenças da série, que não foram poucas e expressar minha opinião de acordo com as adaptações. 

Deixem aqui a opinião de vocês também, o que vocês acham que deveria ter sido mantido, o que vocês acham que foi interessante eles terem mudado e por favor, compartilhem com os amigos de vocês pra eles também saberem as duas versões da história.

13 beijos e nao sejam um porquê :)