13 julho 2017

O que "Praying" tem a dizer sobre Depressão


 
Olaar Pessoas,
 
A postagem de hoje traz um assunto sério pra vocês, a uma semana Kesha, depois de 5 anos,  lançou seu single Praying e ele tem muitas coisas pra nos dizer.
 
O que você fez nos últimos 5 anos? Kesha passou por um processo judicial, transtorno alimentar, abuso e depressão... e esse é o tema da postagem de hoje.
 
Uma música pode dizer muita coisa e Praying é uma dessas músicas, refleti um pouco e decidi fazer essa postagem, a depressão é a doença do século e o índice de pessoas com a doença só aumenta ao passar dos anos... mas mesmo assim, pouco é falado sobre a doença, então vamos a postagem desde o início pra que você entenda tudo e onde eu quero chegar.



O PROCESSO

Em 2012 Kesha lançou seu CD Warrior (2012), iniciando seu contrato com a gravadora Kemosabe Records, com Lukasz Sebastian Gottwald, o Dr luke, como seu produtor, que já havia produzido seu primeiro CD (2010). A treta começou com o lançamento de "Die Young", que foi lançado na mesma época do massacre da escola Sandy Hook nos EUA, com o refrão "vamos fazer nosso melhor esta noite, porque vamos morrer jovens", Kesha afirmou ter sido forçada por Luke a cantar o refrão e depois se corrigiu dizendo que ficou preocupada com o lançamento, por ter muitos fãs jovens.

Em 2013 os fãs de Kesha iniciaram uma petição para a gravadora encerrar seu contrato com Kesha alegando que Luke estaria a controlando, determinando o que ela comeria e diminuindo sua criatividade, mas a petição foi negada pois o contrato ainda previa mais 6 CDs de Kesha produzidos por Luke. Meses depois Kesha entrou em uma clinica de reabilitação por transtornos alimentares causados por Luke, que a forçava a perder peso.



Em 2014, Kesha abriu um processo pedindo o fim do contrato, alegando que, por dez anos, o produtor teria "abusado sexual, física, verbal e psicologicamente dela, a ponto de ela quase perder a vida" para "manter total controle". Luke entrou com um processo contra ela e a mãe por calunia e difamação

Kesha perdeu o processo em 19 de fevereiro, onde foi negada a produzir novas músicas com outras gravadoras, "Não há nenhum indício de dano irreparável. Ela está tendo oportunidade de gravar", alegou a juíza Shirley Kornreich. Mas desde o inicio do processo, Kesha não gravou mais nenhum álbum, não lançou nenhuma música e fez apenas poucas apresentações em universidades.
A advogada de Luke afirmou que ela já estava livre para gravar sem Luke como seu produtor, mas como definido pelo contrato, as músicas teriam que ser lançadas pela Kemosabe Records.

O CLIPE, A MÚSICA E SEUS SIGNIFICADOS

       

"Eu estou morta ou isso é um daqueles sonhos? Aqueles sonhos horríveis que parecem que vão durar pra sempre, se estou viva... porque? porque? Existe um deus ou algo, alguma coisa, em algum lugar? porque fui abandonada por tudo e por todos que ja conheci, que já amei.. Qual a lição? Qual o ponto? Deus vai me dar um sinal ou vou precisar desistir? Eu não aguento mais isso, por favor, só me deixe morrer, estar viva machuca demais..."

Pesado né? pois é... esse é o monólogo do clipe...

eu interpretei o Clipe e a música de duas maneiras, as vezes elas se cruzam, vou citar as duas (vou identificar com 1 e 2), mas só vou a fundo de uma mesmo...

O clipe começa com ela num caixão e naufragada no meio do mar, até que ela vê um passarinho com as cores do arco iris e sai do transe que ela estava.

1- Em entrevista (você vai encontrar ela no final dessa postagem em "fontes") ela diz que a música é muito pessoal, e que se trata da depressão pela qual ela passou, ela diz que o inicio é sobre estar se afundando e desistir da vida, pois ela realmente pensou em suicídio, e o arco- iris é algo muito simbólico pra ela, significa alegria, amizade e as cores são algo que voltam pra você, é algo que cura seu coração e traz pra ela uma ideia de "coração infantil" e inocência e é algo que dá esperanças e forças pra ela continuar, por isso o pássaro, que também é simbolo de liberdade estava com as cores do arco iris, foi a simbologia que ela arrumou para simbolizar a libertação dela mesma com relação a depressão e a chegada de coisas boas na vida dela.

2 - Porco é uma simbologia pra dinheiro e entendi como se houvessem duas pessoas a sugando e a prendendo e a levando para a depressão. no caso, seu ex produtor Luke, que abusava e sugava ela de todas as formas possíveis  e a mantinha presa pelo contrato. Até que uma hora ela percebeu que tinha que lutar contra ele.

"Bem, você quase me enganou
Me disse que eu não era nada sem você
Ah, mas depois de tudo que você fez
Posso agradecer por quão forte eu me tornei"


2 - Kesha sofria ameaças e abuso de Luke, que tinha influencia sobre ela pelo contrato que ela não podia quebrar, ela ter enfrentado tudo isso a tornou mais forte.


"E ambos sabemos toda a verdade que eu poderia dizer
Eu vou apenas dizer que isso é um adeus a você"


2 - Kesha foi vista como mentirosa e oportunista por muita gente, que não acreditava que ela havia sofrido abuso, esse trecho deixa bem claro pra mim que é uma mensagem a Luke, que somente eles dois sabem que tudo o que ela disse foi verdade, e o adeus é em relação a ela não precisa mais gravar músicas e lançar seus cds com ele a produzindo.


"Eu espero que você esteja em algum lugar rezando, rezando
Espero que a sua alma esteja mudando, mudando
Eu espero que você encontre a sua paz
Ajoelhando-se, rezando"




2 - Apesar de tudo o que ela passou, ela ainda deseja que ele se redima de tudo o que fez a ela e que encontre paz por meio da religião (Kesha é católica e muito religiosa)

Durante o clipe ela luta contra os porcos do monólogo inicial e uma cena que é muito forte, é ela se libertando da rede que a prendia, se pintando e se enchendo de cores, que de acordo com ela mesma, é algo que lhe dá forças e vida.


"Sou orgulhosa de quem eu sou
Sem mais monstros, eu posso respirar novamente
E você disse que eu estava acabada
Bem, você estava errado e agora o melhor ainda está por vir

Pois posso fazer isso sozinha
E eu não preciso de você
Eu encontrei um força que eu nunca conhecia
Eu fui jogada fora, fui queimada
Quando eu terminar, eles irão nem mesmo saber seu nome"


1 - Esses "monstros" claramente fazem referencia a depressão que a colocava pra baixo e a desmotivavam pra qualquer coisa.

2 - mais uma vez fazendo referencia a Luke, por não precisar mais dele para crescer e fazer sua carreira e ela garante, que quando ela tiver terminado (o cd provavelmente), ninguém nunca mais vai lembrar dele. E apesar de tudo, o que ela passou a tornou mais forte.

"Ah, às vezes, eu rezo por você durante a noite
Algum dia, talvez você vai ver a luz
Ah, dizem alguns, que na vida, você vai receber
O que você oferece
Mas algumas coisas, só Deus pode perdoar"

2 - Lei do retorno, ela acredita que Luke vai ter de volta na vida dele o que ele fez ela passar, mas mesmo assim ,e ela reza pela redenção dele, e apesar dela não desejar o mal dele, ela deixa bem claro que apenas Deus pode perdoá-lo pelo que ele fez.

Na entrevista a Kesha diz que não deseja nada de ruim a ninguém, pois isso é algo que pesa na alma e acaba voltando pra nós mesmos, tudo o que ela pode fazer é rezar pela pessoa, pra que ela mude e se redima.



"Diga 'Jesus eu sou um pecador, por favor entre em meu corpo e em meu coração' "

DEPRESSÃO EM NÚMEROS

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a depressão afeta 322 milhões de pessoas no mundo todo. de 2005 pra 2015 esse numero cresceu 18,4% e a prevalência da doença é de 4,4%.
 
No Brasil 5,8 % da população tem depressão, o equivalente a 11,5 milhões de habitantes.

O índice é o maior na América Latina e o segundo maior nas Américas, atrás apenas dos Estados Unidos, que registram 5,9% da população com o transtorno e um total de 17,4 milhões de casos.

Em 2015, 788 mil pessoas morreram por suicídio. Isso representou quase 1,5% de todas as mortes no mundo, figurando entre as 20 maiores causas de morte em 2015. Entre jovens de 15 a 29 anos, o suicídio foi a segunda maior causa de morte em 2015.
 
Hoje, ele é segunda principal causa de morte entre pessoas de 15 a 29 anos.

O QUE TUDO ISSO SIGNIFICA

É importante que a gente reconheça que a depressão não é brincadeira, o monólogo do clipe não foi algo criado só pra chamar atenção, foi o que Kesha sentia quando estava com depressão, é algo pesado pra se dizer e por isso é preciso prestar atenção aos sinais de todos a nossa volta, quem tem depressão quer ajuda, quer saber que pode contar com alguém; aquele monólogo é muito importante, porque chama a atenção pro quão séria a doença é.
Quem tem depressão se sente constantemente pra baixo, sente que é incapaz de fazer qualquer coisa, se sente desmotivado, que não faria diferença na vida de ninguém e por isso os pensamentos suicidas são frequentes, PRECISAMOS OUVIR MAIS E PRESTAR ATENÇÃO NAS PESSOAS QUE ESTÃO EM NOSSAS VIDAS. Só em ouvir alguém e dizer o quanto essa pessoa é importante pra você, pode mudar o dia pra ela e fazer com que ela se sinta especial pelo menos pra alguém, É MUITO IMPORTANTE QUE AS PESSOAS QUE VOCÊ AMA E CUIDA SAIBAM QUE SÃO AMADAS POR VOCÊ, porque assim elas vão saber que tem alguém pra cuidar delas, abrace mais, cuide mais, escute mais, seja a razão de alguém querer estar vivo.
 
Eu considero Kesha uma sobrevivente, o clipe deixou claro pra mim que ela já havia desistido de viver,e por ela ser famosa, o apoio dos fãs, tirou ela da ilusão que a  doença estava criando pra si mesma, Kesha poderia ter tirado a própria vida por diversos fatores, mas conseguiu vencer a depressão e dar a volta por cima. Mas infelizmente nem todos tem o mesmo final que ela, então deixem as pessoas que vocês amam saberem que são amadas!
 
E se  você precisar de alguém pra te ouvir, se você está mal com alguma coisa, saiba que estou aqui por você, você pode mandar um email para ThaynaFarias1396@gmail.com e eu te prometo que vou te ajudar a sair dessa, pode contar comigo :)

fontes: O Globo
Agencia Brasil
Entrevista que eu citei